sexta-feira, 17 de setembro de 2010

UOL Eleições: Hélio Costa afirma desconhecer elo entre Correios e filho de ministra


Hélio Costa afirma desconhecer elo entre Correios e filho de ministra

O candidato ao governo de Minas Gerais pelo PMDB, o ex-ministro Hélio Costa, disse nesta quarta-feira (15), em Belo Horizonte, desconhecer o suposto esquema de tráfico de influências que seria orquestrado por Israel Guerra, filho da ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra.

Segundo reportagem da revista “Veja”, empresário revelou esquema no qual, por intermédio do filho da ministra, buscava ampliar contrato com os Correios, no segundo semestre do ano passado. Costa era ministro das Comunicações, pasta da qual a estatal é subordinada, e deixou o cargo em 31 de março deste ano para se tornar pré-candidato ao governo estadual.

“Eu não era ministro, não. Sabe o que acontece? Essa história dos Correios tem que ser discutida, evidentemente, partindo da ótica se existe relação com a minha administração. Como não existe, eu não posso comentar”, afirmou.

Alegando não ter lido “direito” a matéria, o candidato disse, no entanto, não existirem provas de participação de Guerra nas intermediações denunciadas pelo empresário à revista Veja.

“Afirmaram que o rapaz (Israel Guerra) tinha uma empresa. Não, ele não tem uma empresa. Depois diziam que a empresa fazia negócios com os Correios. Não, a empresa que ele não tem não faz negócios com os Correios”, disse Costa durante lançamento oficial do seu plano de governo.

Porém, ele afirmou que existe uma campanha em curso contra a estatal. Sem citar nomes, disse que “grupo internacional” tem intenção de desmoralizar a instituição para poder privatizá-la.

“Continuam fazendo essa campanha contra os Correios simplesmente porque tem um grupo querendo, de todas as formas, diminuir a importância dos Correios para que o governo venda os Correios. Eles querem privatizar uma empresa que tem 116 mil empregados e é considerada uma das melhores empresas do mundo”, frisou.

Críticas aos tucanos

Durante o lançamento oficial do plano de governo, Hélio Costa aproveitou para criticar a atuação do governo tucano, que administra o estado há oito anos, principalmente na área da saúde. Costa citou ao menos duas cidades mineiras nas quais, segundo ele, existem apenas as placas informativas de construção das unidades hospitalares.

“Neste último fim de semana eu cheguei em Sete Lagoas. Levaram-me a uma placa e disseram: olha aqui esta placa, esse é o hospital regional. Tem sete anos que ela está dependurada aqui. Passamos por Ibirité (região metropolitana de Belo Horizonte). O que é o hospital regional de Ibirité? A placa, que está lá há oito anos, dizendo que tem R$ 10 milhões liberados para a construção”, ironizou o ex-ministro.

Por sua vez, o ex-ministro Patrus Ananias (PT), candidato a vice na chapa do peemedebista, foi incisivo ao afirmar que o governo de Costa, em quatro anos de administração, vai “erradicar” a fome e a desnutrição, além do analfabetismo, no Estado.



Fonte: Rayder Bragon – UOL ELeições

O Globo: Empresário diz que R$ 5 milhões abasteceriam campanhas de Dilma e Hélio Costa

Além da comissão mensal de R$ 40 mil, por seis meses, e da bolada de R$ 450 milhões como “taxa de sucesso”, o empresário Rubnei Quícoli afirmou ao GLOBO que foi provocado pelo ex-diretor de operações dos Correios, Marco Antônio Oliveira, a pagar R$ 5 milhões de propina para viabilizar um empréstimo de R$ 9 bilhões, solicitado pela EDRB junto ao BNDES. Segundo o empresário, que representava a EDRB Brasil Ltda. na negociação com a Capital – apontada como uma empresa de lobby tocada pelos filhos da ex-ministra chefe da Casa Civil Erenice Guerra -, o dinheiro da propina serviria para abastecer os cofres das campanhas da presidenciável Dilma Rousseff (PT) e do candidato ao governo de Minas Gerais pelo PMDB, Hélio Costa.

- O Marco Antônio falou (que o dinheiro) era para tampar um buraco da campanha da Dilma, da Erenice e também que uma parte era para ajudar o Hélio Costa, candidato a governador de Minas Gerais. Ele falou isso logo depois que (o empréstimo) foi bloqueado no BNDES. Ele me comentou que o Israel, que eu fiquei sabendo que era o filho da Erenice, disse o seguinte: “Se eu não pagasse, eles iriam bloquear”, como o que houve. Aí, eu recebi a notificação do BNDES , dizendo que o projeto não foi aprovado – afirmou Quícoli ao Globo.

Segundo o empresário, a proposta foi feita em março deste ano pelo então diretor de operações dos Correios, numa conversa no flat 4033 do Brasília Alvorada Towers, um dos mais luxuosos hotéis de Brasília. Quícoli, no entanto, admite que a conversa não foi gravada e que, portanto, não teria como provar o teor da negociação.

- Essas conversas… as pessoas vão conversando, a gente vai pegando a informação necessária e a gente foi pegando essas informações por ele mesmo, entendeu? Você pode checar lá, o flat à disposição dele. O flat 4033 – afirmou.

O hotel confirma que o flat 4033 é usado por Marco Antônio Oliveira. Procurado pelo GLOBO, o ex-dirigente dos Correios não atendeu nem retornou aos telefonemas da reportagem.

Afora a denúncia da propina de R$ 5 milhões, o representante da EDRB afirma que tem documentos e e-mails que comprovam toda a negociação fracassada com a Capital.



Itamar e Alberto Pinto Coelho recebem apoio em Bambuí de lideranças do Centro-Oeste de Minas


Candidatos defendem voto consciente e defendem reeleição de Antonio Anastasia ao lado de prefeitos e lideranças municipais
Prefeitos e lideranças políticas do Centro-Oeste de Minas se reuniram, na tarde desta quinta-feira (16/09), em Bambuí, para receber o ex-presidente da República, Itamar Franco, candidato ao Senado, e o candidato a vice-governador, deputado Alberto Pinto Coelho. De mãos dadas com os prefeitos, Itamar e Alberto agradeceram o apoio carinhoso da população e destacaram a importância do voto consciente em Minas para reeleger Antonio Anastasia.

O ex-presidente Itamar Franco afirmou que os mineiros terão a consciência para escolher o melhor candidato para conduzir o futuro de Minas dando continuidade aos projetos realizados com êxito no governo Aécio/Anastasia.

“Eu venho aqui com a alma exultante, de coração aberto, para dizer a Minas e ao Brasil que ninguém de fora vai escolher os nossos candidatos. Nós mineiros é quem vamos decidir para que possamos dar a Minas e ao Brasil aquilo que Minas quer, aquilo que Minas representa”, destacou Itamar.

Alberto Pinto Coelho destacou a importância da reeleição de Antonio Anastasia e afirmou que os mineiros também saberão escolher os melhores candidatos para representá-los no Congresso Nacional e na Assembleia Legislativa.

“Antonio Anastasia já comprovou que pode fazer mais por Minas, é muito importante que continuemos essa obra no Estado. A presença de Itamar Franco e de Aécio Neves no Senado é a voz altiva, altaneira, que ressoa por todo o país, que fala em nome de Minas com a autoridade de duas grandes biografias, de dois grandes homens públicos que dão exemplo pra todo o país. E ao lado deles é fundamental que tenhamos uma grande bancada no Congresso e também na Assembleia”, afirmou Alberto.

Apoio do Centro-Oeste

Itamar e Alberto foram recebidos com festa em Bambuí. Acompanhado por lideranças políticas da região eles seguiram em carreata até a praça Central da cidade onde a população aguardava para os discursos. Os candidatos conversaram com eleitores e concederam entrevistas para rádios e jornais da região.

O prefeito de Bambuí, Lelis Jorge Silva(PTB), falou da capacidade política e administrativa do governador Antonio Anastasia e afirmou que Minas já decidiu seu caminho.

“O trabalho em Minas tem que continuar e vai continuar. Os mineiros não são bobos não. Essa turma de fora pode vir pedir, é ate uma obrigação pedir os votos, mas os mineiros já decidiram por Anastasia. Não só as pesquisas comprovam isso. Basta rodar o interior para ter essa certeza”, afirmou o prefeito

O prefeito de Arcos, Claudenir Baiano (PR) também fez parte da caravana. Ele destacou a parceria do governo Aécio/Anastasia com os municípios.

“O governo Anastasia mudou a cara das cidades, é um governo muito próximo dos municípios e dos prefeitos, quem ganha é a população”, disse.



Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Estado de Minas: Anastasia defende mais ideias e menos ataques no debate da Band


O candidato à reeleição ao governo do estado pela coligação Somos Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB), defendeu ontem mais debates de ideias e menos ataques na campanha e afirmou que alguns candidatos têm uma certa miopia em reconhecer o que acontece em Minas, referindo-se às críticas feitas pelo seu principal adversário, senador Hélio Costa (PMDB), na área da saúde. Segundo Anastasia, o estado tem ainda muito a avançar e disse apresentar propostas para isso. “É nesse campo que quero debater. Mas a crítica estéril, por criticar, essa, lamentavelmente, não leva, como sabemos, a lugar algum”, acrescentou.

Anastasia evitou comentar sobre uma possível influência na campanha adversária do escândalo envolvendo a ex-ministra da Casa Civil e braço direito da candidata à Presidência Dilma Rousseff (PT), Erenice Guerra. O tucano disse estar preocupado com a própria campanha e que cada um deve se preocupar com a sua. Ele ainda defendeu uma investigação profunda no caso. “Ontem eu lamentava e volto a lamentar que esses fatos ainda ocorram no Brasil de maneira muito triste, o que mostra, é minha tese antiga, que precisamos continuar profissionalizando a administração pública”, completou.

O governador se encontrou ontem, em Belo Horizonte, com integrantes da Associação dos Lojistas do Barro Preto e participou de um almoço com integrantes da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav). No Barro Preto, o candidato disse que, se eleito, vai ampliar o Programa de Educação Profissional gratuito para os alunos do ensino médio do estado. Afirmou que pretende aumentar em quatro vezes o número atual de beneficiados, de 130 mil para 400 mil. ” A requalificação e a qualificação profissional constam no nosso plano de governo”, disse.

Parceria O governador ressaltou a importância das parcerias com a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) para enfrentar os problemas e demandas da capital. “Temos uma parceria muito forte com a prefeitura. Muitos desses temas se referem também a questões municipais, mas eu sempre digo que, para governar, temos de ter planejamento e parceria. E nossa parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte é muito boa, vamos continuar fazendo isso”, destacou.

No encontro com a Abav, Anastasia destacou a importância do governo estadual em trabalhar para melhorar toda a infraestutura física, social e econômica para atender o setor. O candidato afirmou que, se eleito, vai aperfeiçoar as instalações de centros de convenções em Belo Horizonte e no interior para incrementar o turismo de negócios. Também disse que vai trabalhar com a Infraero pela expansão do Aeroporto Internacional Tancredo Neves. “A indústria do turismo é aquela que gera mais empregos, com boa remuneração e em menos tempo do que todos os outros segmentos. Temos uma oportunidade singular com a chegada da Copa do Mundo de 2014 e precisamos melhorar o turismo internacional”, afirmou.



Fonte: Alice Maciel – Estado de Minas


quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Em Guaxupé, Anastasia diz que vai reforçar ações de Governo para combater falta de política nacional para o café


Em Guaxupé, no Sul de Minas, governador afirmou que estão em seu Plano de Governo a criação do Pró-Café e do Fundo Estadual do Café
O governador Antonio Anastasia afirmou nesta terça-feira (14/09), em Guaxupé (Sul de Minas), que, reeleito, pretende adotar uma política estadual de apoio à cafeicultura para diminuir os efeitos negativos provocados pela falta de compromisso do governo federal com a garantia de preço mínimo para cobertura dos custos de produção e a falta de política eficiente de renegociação das dívidas. Em seu Plano de Governo, lançado na última semana, Anastasia propõe a criação do Fundo Estadual do Café e do programa Pró-Café, que irá coordenar todas as ações do governo para no setor.

“Assumi o compromisso como governador do Estado de comandar a política estadual do café, do qual o fundo será um dos instrumentos, juntamente com o programa Pró-Café, que coordenará todas as ações do governo em relação ao café. O fundo será feito para ajudar especialmente aos médios e pequenos cafeicultores na questão relativa às garantias e ao seguro, de modo que o Tesouro do Estado também participe, junto com a política econômica nacional, que é a grande responsável, para alavancar cada vez mais a produção de café em Minas”, disse Antonio Anastasia.

Minas Gerais é o maior produtor nacional de café. A safra deste ano está estimada em 24,4 milhões de sacas. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o crescimento será de 24,7% em relação ao ano passado. O Estado também é o maior exportador de café do país. Nos sete primeiros meses do ano, as vendas de café de Minas Gerais para o exterior geraram US$ 1,8 billhão. O crescimento foi 21,3% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria de Comércio Exterior (MDIC).

Nos últimos anos, os produtores de café do país vêm encontrando dificuldades junto ao governo federal para renegociar as dívidas e criar uma política eficiente para a cafeicultura nacional. Em março de 2009, milhares de produtores participaram da Marcha do Café, em Varginha, no Sul do Estado, para chamar a atenção do governo federal sobre os problemas do setor.

Ao lado do ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado, Anastasia, candidato à reeleição, foi aplaudido por produtores de café da região. O município de Guaxupé é sede de uma das maiores cooperativas de café do mundo. A Cooxupé conta com 11 mil cooperados e recebe café de 100 produtores de municípios do Sul de Minas, Alto Paranaíba e do Estado de São Paulo.

Apoio da população e de prefeitos

Antonio Anastasia e Aécio Neves foram recebidos com festa no aeroporto de Guaxupé. Cerca de 250 pessoas esperavam pelos candidatos, entre prefeitos, produtores rurais e lideranças políticas da região.

Dezenas de carros acompanharam os candidatos em carreata pelas ruas da cidade, passando pela Praça da Saudade e seguindo até a avenida Conde Ribeiro do Valle, onde os candidatos iniciaram uma caminhada. Cerca de 500 pessoas acompanharam Anastasia e Aécio, que cumprimentaram e tiraram fotos com comerciantes e eleitores. No caminho, eles pararam na Pastelaria do Getúlio para tomar um cafezinho.

Prefeitos da região foram até Guaxupé prestigiar a visita do governador e manifestar o apoio à sua reeleição. O prefeito de Delfinópolis, José Geraldo Martins (PSDB), destacou que as ações do Governo nos últimos oito anos beneficiaram todo o Estado e foi um marco do desenvolvimento de Minas.

“Votar em Anastasia é dar continuidade ao excelente trabalho do ex-governador Aécio Neves. Votar em Anastasia é o que temos de melhor nos últimos anos, da melhor política do Estado de Minas Gerais. Votar em Anastasia é sinal de progressos para todos mineiros. O governador Anastasia será eleito e vai fazer um governo tão bom ou melhor que o do Aécio Neves”, declarou.

O prefeito de Itamogi, Janoario Arantes (DEM), destacou as obras realizadas na gestão Aécio/Anastasia. Ele afirmou que nunca o município recebeu tanta atenção de um governo do Estado.

“Itamogi é uma cidade com pouco mais de 12 mil habitantes. Estamos fazendo doze obras, só neste ano e meio de administração nossa. Isso por conta da ajuda do Anastasia e, claro, também do Aécio Neves, que era o governador. Isso vai melhorar muito a vida social na minha cidade”, afirmou.


Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Anastasia apresenta programa Minas Logística para o Triângulo Mineiro


Antonio Anastasia destaca proposta do Minas Logística para o desenvolvimento do Triângulo Mineiro


Em Frutal, ao lado de Aécio e Itamar, governador afirma que programa visa atrair novas empresas e gerar empregos de qualidade na região
O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, destacou nesta terça-feira (14/09), em Frutal (Triângulo Mineiro), que, reeleito, pretende implantar uma rede de infraestrutura capaz de transformar Minas Gerais no “Estado logístico do Brasil”. A proposta está no seu Plano de Governo para o período de 2011 a 2014, lançado na semana passada. O objetivo é constituir uma rede de transporte integrada, composta por rodovias, hidrovias e ferrovias, que serão capazes de atrair novas empresas e gerar empregos de qualidade para a região.

Anastasia participou de carreata e caminhada em Frutal ao lado dos candidatos ao Senado da Coligação “Somos Minas Gerais”, Aécio Neves e Itamar Franco, e do presidente estadual do PSDB, deputado Narcio Rodrigues. Em entrevista na chegada a Frutal, o governador destacou que o Triângulo Mineiro, devido à posição geográfica, próxima a grandes centros consumidores, será uma das mais privilegiadas dentro do projeto Minas Logística.

“O nosso Plano de Governo foi lançado na semana passada e é um plano muito inovador, que prevê a criação de um programa chamado Minas Logística, que vai atender muito a região do Triângulo. Para dar mais infraestrutura e atrair mais empresas, prevê a criação de incentivos estratégicos para empresas gerarem mais empregos. Há uma grande obsessão com a criação de empregos de qualidade, com a qualificação profissional, com a melhoria da saúde, educação, segurança e infraestrutura. Ou seja, estamos apresentando propostas em todos os segmentos, para dar continuidade e inovar”, afirmou Antonio Anastasia.

O governador também destacou que o programa Estado Logístico será a continuidade de todos os investimentos em infraestrutura realizados nos últimos anos pelo Governo do Estado, durante o seu mandato e do ex-governador Aécio Neves. De 2003 a 2009, o Estado já investiu R$ 10,2 bilhões em pavimentação e melhoria de estradas, modernização de aeroportos, oferta de sinal de telefonia celular, saneamento básico e reforma, construção e modernização de hospitais, unidades básicas de saúde e escolas.

Caminhos de Minas

Dentro da proposta do Estado Logístico está o Caminhos de Minas, maior programa de obras viárias em execução no País. Por meio dele, serão pavimentados 222 trechos, com mais de 7 mil quilômetros de rodovias que fazem ligações regionais entre os municípios mineiros. O principal objetivo é garantir condições de competitividade para o transporte da produção da região, que concentra boa parte das usinas de cana-de-açúcar do Estado.

“Colocamos no programa Caminhos de Minas, três trechos aqui na cidade e que vão atender bastante e melhorar a infraestrutura, trazendo mais conforto e qualidade de vida aos habitantes de Frutal”, disse Antonio Anastasia.

Além do Caminhos de Minas, o projeto Minas Logística inclui ainda construção de hidrovias, busca de apoio junto ao governo federal em relação às ferrovias, além de investimentos em energia, telefonia celular e saneamento básico.

Crescimento nas pesquisas

O governador também comentou o resultado da pesquisa Ibope, divulgada na noite de ontem, que o colocar nove pontos percentuais à frente do candidato do PMDB, Hélio Calixto Costa. Segundo ele, o crescimento de sua candidatura comprovado pelas pesquisas eleitorais é resultado do trabalho de levar suas propostas aos mineiros de todas as regiões de Minas Gerais.

“Levar a nossa mensagem, nossas propostas, recebendo das lideranças e das pessoas sugestões ao Plano de Governo. A explicação é que as pessoas passaram a nos conhecer melhor, a reconhecer nosso trabalho, a continuidade do que Aécio Neves realizou. Reconhecem que as nossas propostas são melhores e que estamos trabalhando firmemente para o desenvolvimento do Estado. Então, isso significa o crescimento nas pesquisas, passamos e vamos ganhar as eleições”, disse Antonio Anastasia.

Na pesquisa realizada entre os dias 10 e 12 de setembro o governador subiu nove pontos ultrapassando a marca de 40% dos eleitores mineiros. Anastasia obteve 41% das intenções de votos, enquanto o candidato adversário, Hélio Calixto Costa, caiu para 32%.

A pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais. Foram entrevistados 1.806 eleitores. Está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) com o número 70.286/2010.

Recepção calorosa

Ao lado de Aécio Neves, Itamar Franco, Narcio Rodrigues e do prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão (PP), Anastasia foi recebido pela prefeita de Frutal, Maria Cecília Marchi Borges (PR), por lideranças políticas e apoiadores do grupo “Feliz Idade”, composto por 50 idosos, moradores de Conceição das Alagoas, também no Triângulo Mineiro.

Os candidatos seguiram em caravana até o centro da cidade, acompanhados por mais de 100 veículos, com buzinaço, ao longo de todo o trajeto. Ao chegarem à Praça da Matriz, no coração da cidade, eles foram recebidos com fogos de artifício. Anastasia, Aécio e Itamar fizeram caminhada pelo comércio, onde tiraram fotos e cumprimentaram eleitores.

Durante um pequeno pronunciamento, os candidatos foram ouvidos por centenas de pessoas no quarteirão fechado da rua Cônego Machado, no centro da cidade. Além da população de Frutal, comitivas dos municípios de Itapagipe, Planura, Conceição das Alagoas, Fronteira, Iturama, Carneirinho, União de Minas, Limeira do Oeste, Campina Verde, Pirajuba e São Francisco de Sales.

A população presente ressaltou o trabalho que vem sendo realizado pelo Governo de Minas e o compromisso dos governadores Aécio Neves e Antonio Anastasia com o desenvolvimento do Triângulo Mineiro.

“Acho que eles passam confiança para a comunidade, para os eleitores, mostram que estão presentes, que se preocupam com as questões relacionadas à região e que assim, o eleitor fica mais tranquilo, mais confiante. A gente vem acompanhando o trabalho deles dentro da política e são pessoas que têm mostrado um bom desempenho, compromisso com os interesses do povo”, afirmou a enfermeira Sirce Soares.

“Só de você andar aqui no Triângulo Mineiro, você nota a diferença que temos depois que o Aécio Neves entrou. E agora, confiamos muito no professor Anastasia”, disse o motorista David Custódio da Silva.

A prefeita de Frutal ressaltou que o apoio à candidatura de Antonio Anastasia se deve à seriedade e o comprometimento do governador com o desenvolvimento do Estado. “Ficamos honrados em recebê-lo porque acreditamos em seu trabalho, confiamos em sua seriedade, e a gente tem a certeza de que o melhor para Minas Gerais é Anastasia governador. Anastasia representa seriedade e comprometimento com a educação, com a saúde, com a habitação, com o social”, afirmou a prefeita.


Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”